26 de maio de 2008

Programas esportivos na TV... as famosas mesas-redondas do futebol

6 comments

Deveriam pelo nome, ser debates esportivos, mas o sucesso do futebol no país toma conta da programação.

A proposta de uma mesa-redonda consiste na presentação de pontos de vistas fundamentados sobre um tema específico. O ponto de vista número 1 do esporte brasileiro é o futebol, então, nada mais justo do que os inúmeros debates futebolísticos na TV brasileira.

Esse formato de apresentação é proposto com mais qualidade pelos canais de TV por assinatura. Opinião compartilhada também por um dos mais respeitados jornalistas esportivos do país, Juca Kfouri, e que não deve ser diferente da maioria dos profissionais e telespectadores.

- Nesse tipo de programa, a vida inteligente está na ESPN e Sportv. O resto é risível, sequer da pra chamar de jornalismo, diz o jornalista.

Juca respeita o canal concorrente quando diz essa frase. Pois a Sportv possui uma infra-estrutura maior, o direito de transmissão dos campeonatos, maior quadro de profissionais, impressionante aparato técnico, dinheiro da publicidade, entre outros fatores. Porém, o quadro de jornalistas da Sportv, que é infinitamente superior em quantidade à ESPN, é proporcionalmente inferior a qualidade da "pequena" equipe de jornalistas da própria ESPN.

Não é generalização, pessoas como Alex Escobar, Lédio Carmona e Luís Roberto são profissionais de primeiríssima qualidade. Casos de exceção, na minha opinião, do que podemos chamar de cultura do futebol na televisão.

E não dá para escrever de qualidade e cultura sem mencionar o astro em ascenção do jornalismo esportivo: Paulo Vicícius Coelho. Mais conhecido como PVC. PVC cultiva uma legião de fãs espalhados pelo Brasil. Sua memória e conhecimento privilegiados lhe permitem guardar uma quantidade impressionante de informações sobre times, jogos, competições, acontecimentos de ontem e hoje, do futebol brasileiro e europeu, com a mesma competência.

Nos canais abertos quem se destaca é o mestre da comunicação esportiva, Milton Neves. Diferente da TV por assinatura, Milton Neves, outro arquivo-vivo do jornalismo esportivo, faz do seu programa "Terceiro Tempo" um show. Show no sentido de que representa um personagem para os telespectadores, contruindo suas metáforas e esbanjando bom humor.

Outro que tenho profundo respeito por seus comentários e conhecimento é Mauro Beting. E vou parar com ele. Para mim esse é o time de profissionais que vale a pena ser citado como primeiro escalão dentro do jornalismo esportivo. Grandes outros nomes não foram lembrados infelizmente, e alguns foram esquecidos de propósito, felizmente. Mas o importante é cada fazer valer sua opinião.

Perdoem-me se houver esquecido algum programa abaixo, as principais mesas-redondas são essas, caso venha (ou venham) me lembrar de algum eu atualizo a lista. Abraços.

SPORTV
"Redação SporTV": segunda a sexta, às 9h30m
"Arena SporTV": segunda a sexta, às 14h
"Tá na Área": segunda a sexta, às 18h30m, e domingos antes da rodada
"Bem, amigos": segundas, às 21h
"Troca de Passes": sábados e domingos, após a rodada.

ESPN
"Pontapé Inicial": segunda a sexta, às 10h
"Linha de Passe": segundas, às 21h
"Bate-bola ao vivo": sábados e domingos, após a rodada

BAND
"Jogo Aberto": segunda a sexta, às 11h30m
"Terceiro tempo": domingo, às 21h30m

REDE TV!
"Bola na Rede": domingo, às 18h

TV BRASIL
"Esportvisão": domingo, às 22h

MTV
"Rockgol de domingo": domingo, às 22h

GLOBO
"RJ TV 1ª edição": segundas, quartas e quintas, às 12h.

TV GAZETA
"Mesa Redonda": domingo, às 21h30m

RECORD NEWS
"Esporte Record News": domingo, às 20h;

Deixe seu comentário

6 comentários:

  1. De acordo, Rodrigo. Escobar, Mauro Beting e Luís Roberto são profissionais de imprensa de primeiríssima qualidade. Sempre muito sensatos, deixando de lado sensacionalismo barato e acusações de graça, para analisar o futebol, o que realmente interessa ao torcedor.

    Bem legal o blog!

    Grande abraço,


    Breiller
    www.rolablog.zip.net

    ResponderExcluir
  2. Concordo com todos os nomes citados, e gostaria de acrescentar um: Cleber Machado
    Considero o Cleber Machado no comando do Arena Sportv melhor que o Cleber Machado narrador (e mesmo nesse caso prefiro ele ao Galvão).

    ResponderExcluir
  3. Desculpa discordar Rodrigo, mas Cleber Machado faz muita média ao explicar se jogador é bom ou ruim, além de não entender nada do futebol europeu. Nao sabe nacionalidade, nao sabe jogador, nao acompanha ao mínimo, acha q futebol é só aqui.

    Abraços e apareça sempre.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom texto. Meu único senão é em relação ao Milton Neves. Para mim, há muito ele deixou de ser referência, deixando de lado suas maiores qualidades (a ótima memória esportiva e a facilidade de expressar os fatos com palavras) pela grande volúpia por fazer de seu programa um show, no pior sentido da palavra. Se ele hoje é patrocinado pela cervejaria A, amanhã, sem problema algum, tece os mesmo elogios à cervejaria B (ou C, D ou E). Principalmente no ramo jornalístico, isso passa longe do que realmente deveria acontecer. Não é à tôa que ele é o inspirador do "Merchan Neves".

    Grande Abraço,
    Marcelo Bloc
    Blog do Bloc

    ResponderExcluir
  5. Resenhar é isso mesmo é divergir opiniões - cada pessoa ver de uma maneira - agora observe abaixo:

    Treino deste os 05 anos - Data nascimento 1994
    Sou jogador de base
    iniciei no futsal em escolinha e atualmente futebol de campo também sempre em escolinha
    Sei jogar - treino porque confio em mim.
    Não perderia meu tempo e nem vou fazer time algum perder tempo comigo.
    treino todos os dias de segunda a sexta-feira - fundamentos - condicionamento físico e tático - tenho experiência em competições.
    Hoje tenho 1,65 metros 09/10/2008
    nos endereços abaixo você pode ver meus lances
    http://br.youtube.com/watch?v=L6SKLegU_4I
    http://br.youtube.com/watch?v=mk4Ap33Ak38
    http://br.youtube.com/watch?v=u6XhnUFzOBs

    ResponderExcluir
  6. Sou Cruzeirense, e me descupem todos se não acharem pertinente minha colocação sobre a forma de treinar do time principal do Cruzeiro.
    Desde que compreendo, jogo e observo o futebol tenho visto obviamente várias mudanças, desde a eliminação de pontas, ao aparecimento de líberos, jogadores improvisados em posições totalmente diferentes e outras tantas que vemos por aí. Mas o que quero chamar a atenção é pela falta de base nos nossos jogadores, principalmente no que se diz respeito ás jogadas primordiais dentro de um jogo, ou seja, cobranças de falta, corners, cruzamentos e tiro de metas. Olha na época não tão longe do Nelinho eu ficava sabendo que ele ficava depois do treino mais algumas horas treinando chutes a gol aprimorando o canhão tão famoso que enchia os olhos de todo torcedor até do time adversário. Lembro-me de jogadas ensaiadas entre ele e o Joãozinho a qual este último chegava com a bola dominada até a boca da área e parando a bola Nelinho vinha próximo a ele e aparecia como um foguete e acertava aquela bomba como se fosse uma falta sem barreira, era um Deus nos acuda para os goleiros do time adversário. Hoje nós vemos um exímio jogador que é o Montillo errar quase todos os escanteios e faltas que bate, pois não vejo nenhum jogador aproveitar e tenho certeza que é falta de treino técnico, pois chutar a bola todos sabem, mas pegar no gomo certo como dizia Toninho Cerezo, isso exige treino e mais treino, parando, repetindo, chamando atenção. Precisa fazer a coisa com dedicação e afinco, só força de vontade não adianta. Sei que sou desconhecido, mas tenho certeza teria métodos que ajudariam este time, não forçando a barra só com treinamentos físicos, mas também em treinos de inteligência, menos correria e mais cabeça. Mesmo que não me procurem espero que a dica seja aproveitada e que possam mudar o rumo do time até mesmo para este campeonato. Não se esqueçam o cliente tem sempre razão e é a razão de qualquer negócio, e aqui o negócio é o Cruzeiro e o cliente somos nós o Torcedor. Um abraço, Paulo Cesar Xavier Umbelino - 031-97378588.

    ResponderExcluir